perguntas e resposta 2

 

"Perguntas e Respostas 2" decorrentes das resoluções aprovadas sobre a Definição de Planeta dentro da 26a Assembleia Geral da União Astronômica Internacional em 2006 -  Praga, no dia 24 de Agosto de 2006.
Referência: http://www.astronomy2006.com/press-release-24-8-2006-2-two.php.


Pergutas e Respostas 2

P; Qual é a origem da palavra "planeta"?
R: A palavra "planeta" tem origem numa palavra grega cujo significado é errante vagabundo, significando que os planetas foram originalmente definidos como objetos que moviam no céu à noite  com respeito ao fundo das estrelas fixas.

P; Por que é necessário uma nova definição da palavra "planeta"?
R: A ciência moderna proporcionou muito mais conhecimento que o simples fato de objetos orbitando ao redor do Sol parecerem se mover com respeito ao fundo das estrelas fixas. Por exemplo, recentes descobertas tem sido feitas de objetos, numa região externa do nosso Sistema Solar, os quais têm tamanhos comparáveis ou maiores que Plutão. ( Note que historicamente Plutão têm sido considerado como "nono planeta") . Dessa maneira, estas descobertas  tem certamente chamado dentro da questão se deveriam ou não ser considerados como novos 'planetas".

P; Como foi que os astrônomos chegaram a um concenso para a nova definição de "planeta" ?
R: Os astrônomos do mundo, sob os auspícios da União Astronômica Internacional, tem tido deliberações oficiais sobre uma nova definição da palavra "planeta" pelos próximos dois anos. Os resultados dessas deliberações foram conduzidos pelo Cômite de Definição de Planeta e  proposta ultimamente na Assembléia Geral da União Astronômica Internacional. Uma evolução continua de uma definição aprovada em um consenso final e votada.

P; Quais são os novos termos usados na definição oficial da União Astronômica Internacional?
R: Existem três termos adotados como definição oficial pela UAI. Os termos são:"planeta", "planeta anão", e "pequenos corpos do sistema solar"

P; Numa linguagem clara, qual é a nova definição de "planeta"?
R: Um "planeta" é um objeto em órbita ao redor do Sol que é bastante grande (bastante massivo)  tendo sua auto-gravidade puxando a sí próprio dentro da forma redonda (aproximadamente redonda). Em adição, um planeta orbita um caminho limpo ao redor do Sol - não existe outros corpos no seu caminho que ele  varra consigo ao redor do Sol.

P; Em exatas palavras, o que é a propsta oficial da UAI da definição de "planeta" ?
R:
Um planeta(1) é um corpo celestial que:
(a) está em órbita ao redor do Sol, (b) tem massa suficiente para que sua auto-gravidade relacionada com as forças de corpo rígido permitam que ele assuma uma forma em  equilíbrio hidrostático (forma arredondada) e, (c) tem limpa a sua  vizinhança ao longo de sua órbita.

P; Um corpo tem que ser perfeitamente esférico para ser chamado de "planeta"?
R: Não. Por exemplo, a rotação de um corpo pode suavemente distorcer a forma de modo que ele não será perfeitamente esférico. A Terra, por exemplo, possui um diâmentro ao longo do equador maior que ao longo dos pólos.

P; Baseados nessa nova definição, quantos planteas existem no nosso sistema solar ?
R: Existem oito planetas no Sistema Solar: Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.

P; Isso é tudo, somente oito planetas?
R: Não. Em adição aos oito planetas, existem três conhecidos "planetas anões'. Muito mais "planetas anões" serão descobertos em breve.

P; O que é um planeta anão?
R: Um plantea anão é um objeto em órbita ao redor do Sol que é bastante grande (bastante massivo) para ter a sua gravidade conformando sua forma dentro de um arredondamento (ou aproximadamente redondo). Geralmente, um planeta anão é menor que Mercúrio. Um planeta anão pode ter sua órbita numa região que tenha muitos objetos. Por exemplo, uma órbita dentro de um cinturão de asteróides é uma região com muitos outros objetos.

P; Quanto planetas anões existem?
R: Atualmente existem três planetas anões. Ceres, Plutão e 2003 UB313 (*) .
(*) 2003 UB313 foi definido como Eris em 14 de setembro de 2006 pela UAI. - nota do tradutor

P; O que é Ceres?
R: Ceres é (ou agora nós podemos dizer o que foi) o maior asteróide, cerca de 1000 km de diâmetro, orbitando num cinturão de asteróides entre Marte e Júpiter. Ceres  está agora definido como um planeta anão, porque ele é agora conhecido por ser bastante enorme (bastante massivo) para ter uma gravidade que o conformou numa forma arredondada. [Publicação referente a forma de Ceres: P. Thomas et al. (2005), Nature, 224-227. Dr. Peter Thomas está na Universidade de Cornell]. Ceres orbita no cintur'ão de asteróides e é nesse caso um exemplo de um objeto que não orbita ao longo de um caminho limpo. Existem muitos outros  asteróides que podem cruzar a órnbita de Ceres.


P; não foi Ceres chamado de um asteróide ou um planeta menor?
R: Historicamente, Ceres foi chamado de "planeta'" quando foi descoberto pela primeira vez (1801) orbitando o que é conhecido como cinturão de asteróides entre Marte e Júpiter. No século IXX, os astrônomos não podiam resolver o tamanho e a forma de Ceres, e por causa dos inúmeros corpos que foram descobretos nessa região, Ceres foi então referido como um asteróide ou um  planeta menor.


P; Por que Plutão é agora chamado de planeta anão?
R: Plutão agora está na categoria de planetas anões de acordo com o seu tamanho e pelo fato de estar numa região de vários objetos, conhecida como Cinturão de Kuiper?

P; Caronte, lua de Plutão, é um planeta anão?
R: Por agora, Caronte é considerado justamente uma lua de Plutão. A idéia de Caronte poder ser qualificado como um planeta anão, poderá ser considerada mais tarde. (Caronte poderá ser considerado planeta anão, devido ao tamanho de Plutão e Caronte serem comparáveis e um orbitar ao redor do outro, melhor que justamente estando uma lua orbitando um planeta.)

P; Jupiter e Saturno, por exemplo, têm enormes satélites esféricos em órbita ao redor deles. Agora existem enormes satélites esféricos para serem chamados de planetas anões?
R: Não. Todos esses enormes satélites de Júpiter (por exemplo, Europa) e Saturno (por exemplo, Titã) orbitam ao redor num centro de gravidade (chamado "baricentro")  que está no interior desse massivos planteas. Apesar do tamanho enorme e da formas desses corpos orbitando, a localização do baricentro dentro dos planetas massivos é que define esses corpos enormes como Europa, Titã, etc. como "satélites" ao invés de planetas.

P; Oque é 2003 UB313 ?
R: "2003 UB313" é a designação provisória dada a um objeto enorme descoberto em 2003 e situado numa órbita ao redor do Sol além de Netuno.

P; É 2003 UB313 um planeta ?
R: Não. Ele é um planeta anão.

P; Por que 2003 UB313 é um planeta anão?
R: Recentes imagens do Telescópio Espacial Hubble resolveram o tamanho de  2003 UB313 mostando ele ser tão grande quanto, ou maior que Plutão. Qualquer objeto tendo este tamanho, e uma razoável densidade estimada, e compreendida como suficiente para definir uma gravidade e aproximadamente  uma forma esférica. 2003 UB313 igualmente orbita no Cinturão de Kuiper - uma região que não é perfeitamente limpa . Devido a esse dados 2003 UB313  é um planeta anão. Referência: M. Brown et al. (2006). Astrophysical Journal 643, L61-L63. Dr. Brown Michael Browm está no Instituto de Tecnologia   da Califórnia.]

P; O novo planeta anão 2003 UB313 receberá um nome? Quando??
R: Sim. A União Astronômica Internacional é o orgão com autoridade para designar nomes aos objetos no espaço. Esse objeto (*) tem sido popularmente chamado de "Xena", mas isso não é oficial. A  decisão e o anûncio do nome desse objeto será feita em poucos meses
(*) 2003 UB313 foi definido como Eris em 14 de setembro de 2006 pela UAI. - nota do tradutor

P; Como é chamado um objeto pequeno demais para ser chamado de planeta ou de planeta anão ?
R: Todos os objetos que orbitam o Sol, os quais são muito pequenos (não são bastante massivos) para a gravidade conferir um forma próxima da esférica são agora definidos como "pequenos corpos do sistema solar" . Esta classe inclui atualmente a maioria dos asteróides do sistema solar, os objetos proximos-à Terra (OPTs), os asteróides troianos de Marte e Júpiter, a maioria dos Centauros, a mairoria dos objetos Trans-netunianos (OTNs), e cometas.


P; O que é "pequenos corpos do sistema solar"?
R: O termo "pequenos corpos do sitema solar" é uma nova definição da UAI, a qual engloba todos os objetos orbitando ao redor do Sol que são tão pequenos ( não muito massivos) para satisfazer a definição de planeta ou planeta anão.


P; Ainda é para ser usado o termo "planeta menor"?
R: O termo planeta menor pode ainda ser utilizado. Mas,de modo geral, o termo "pequenos corpos do sistema solar" deverá ser empregado.

P; A quem caberá a decisão de chamar de planeta, planeta anão, ou outro nome qualquer os objetos recentemente descobertos?
R: A decisão de como classificar objetos recentemente descobertos será feita por um cômite de revisão da UAI. Os processos de revisão serão avaliados e baseados nos melhores dados disponíveis, apesar de as propriedades físicas desses objetos satisfazerem ou não as definições. Isto aplica-se a muitos objetos, num período de tempo de vários anos que possam garantir dados suficientes  a serem coletados.


P; Existem "planetas" adicionais a serem considerados atualmente ?
R: Não. No que diz respeito ao Sistema Solar. Mas existe uma abundância de planetas descobertos ao redor de outras estrelas.


P; Existem planetas anões adicionais a serem considerados?
R: Sim. Alguns dos maiores asteróides podem ser candidatos a "planetas anões". Condição que algum "planeta anão" candidato além de Netuno está para ser considerado. O total de números de planetas anões a serem encontrados nos próximos meses e anos pode atingir mais de 100.

P; Quando planetas anões adicionais serão anunciados?
R: Provavelmente em poucos meses.

P; Quantos mais novos planetas anões existem a ser considerados ?
R: Existirá um número indeterminado ou talvez mais de cem esperando serem descobertos.
 

Question and answers 2

Q: What is the origin of the word "planet"?
A: The word "planet" comes from the Greek word for "wanderer", meaning that planets were originally defined as objects that moved in the night sky with respect to the background of fixed stars.

Why is there a need for a new definition for the word "planet"?
A: Modern science provides much more knowledge than the simple fact that objects orbiting the Sun appear to move with respect to the background of fixed stars. For example, recent new discoveries have been made of objects in the outer regions of our Solar System that have sizes comparable to and larger than Pluto. (Noting that historically Pluto has been recognized as "the ninth planet.") Thus these discoveries have rightfully called into question whether or not they should be considered as new "planets."



How did astronomers reach a consensus for a new definition of "planet"?

A: The world’s astronomers, under the auspices of the International Astronomical Union, have had official deliberations on a new definition for the word "planet" for nearly two years. The results of these deliberations were channelled to a Planet Definition Committee and ultimately proposed to the IAU General Assembly. Continued evolution of the definition allowed a final consensus and vote.


What new terms are used in the official IAU definition?

A: There are three new terms adopted as official definitions by the IAU. The terms are: "planet", "dwarf planet", and "small solar system body."


In plain language, what is the new definition of "planet"?

A: A "planet" is an object in orbit around the Sun that is large enough (massive enough) to have its self-gravity pull itself into a round (or nearly round) shape. In addition a "planet" orbits in a clear path around the Sun – there are no other bodies in its path that it must sweep up as it goes around the Sun.


What is the exact wording of the official IAU proposed definition of "planet"?

A: A "planet" is a celestial body that (a) is in orbit around the Sun, (b) has sufficient mass for its self-gravity to overcome rigid body forces so that it assumes a hydrostatic equilibrium (nearly round) shape, and (c) has cleared the neighbourhood around its orbit.


Does a body have to be perfectly spherical to be called a "planet"?

A: No. For example, the rotation of a body can slightly distort the shape so that it is not perfectly spherical. Earth, for example, has a slightly greater diameter measured at the equator than measured at the poles.

Based on this new definition, how many planets are there in our solar system?
A: There are eight planets in our Solar System; Mercury, Venus, Earth, Mars, Jupiter, Saturn, Uranus, Neptune. "My very educated mother just served us nachos."

Is that all, only eight planets?
A: No. In addition to the eight planets, there are also three known "dwarf planets". Many more "dwarf planets" are likely to be discovered soon.

What is a dwarf planet?

A: A dwarf planet is an object in orbit around the Sun that is large enough (massive enough) to have its own gravity pull itself into a round (or nearly round) shape. Generally, a dwarf planet is smaller than Mercury. A dwarf planet may also orbit in a zone that has many other objects in it. For example, an orbit within the asteroid belt is in a zone with lots of other objects.


How many dwarf planets are there?

A: Currently there are three known dwarf planets. Ceres, Pluto, and 2003 UB 313.


What is Ceres?
A: Ceres is (or now we can say it was) the largest asteroid, about 1000 km across, orbiting in the asteroid belt between Mars and Jupiter. Ceres now qualifies as a dwarf planet because it is now known to be large enough (massive enough) to have self-gravity pulling itself into a nearly round shape. [Published reference for shape of Ceres: P. Thomas et al. (2005), Nature 437, 224-227. Dr. Peter Thomas is at Cornell University.] Ceres orbits within the asteroid belt and is an example of a case of an object that does not orbit in a clear path. There are many other asteroids that can cross the orbital path of Ceres.



Didn’t Ceres used to be called an asteroid or minor planet?

A: Historically, Ceres was called a "planet" when it was first discovered (in 1801) orbiting in what is known as the asteroid belt between Mars and Jupiter. Because 19 th century astronomers could not resolve the size and shape of Ceres, and because numerous other bodies were discovered in the same region, Ceres lost its planetary status. For more than a century, Ceres has been referred to as an asteroid or minor planet.

Why is Pluto now called a dwarf planet?
A: Pluto now falls into the dwarf planet category on account of its size and the fact that it resides within a zone of other objects, known as the Kuiper Belt.


Is Pluto’s moon Charon a dwarf planet?

A: For now, Charon is considered just to be Pluto’s moon. The idea that Charon might qualify to be called a dwarf planet on its own, may be considered later. (Charon may receive consideration because Pluto and Charon are comparable in size and orbit each other, rather than just being a moon orbiting a planet.)


Jupiter and Saturn, for example, have large spherical satellites in orbit around them. Are these large spherical satellites now to be called dwarf planets?
A: No. All of the large satellites of Jupiter (for example, Europa) and Saturn (for example, Titan) orbit around a common centre of gravity (called the "barycentre") that is deep inside of their massive planet. Regardless of the large size and shapes of these orbiting bodies, the location of the barycentre inside the massive planet is what defines large orbiting bodies such as Europa, Titan, etc. to be "satellites" rather than planets.


What is 2003 UB 313?
A: "2003 UB313" is a provisional name given to a large object discovered in 2003 that resides in an orbit around the Sun beyond Neptune.

Is 2003 UB 313 a planet?
A: No. It is a dwarf planet.

Why is 2003 UB 313 a dwarf planet?
A: Recent Hubble Space Telescope images have resolved the size of 2003 UB 313 showing it to be as large as, or larger than Pluto. Any object having this size, and any reasonable estimate of density, is understood to have sufficient mass that its own gravity will pull it into a nearly spherical shape. 2003 UB 313 also orbits within the Kuiper Belt – a region that has not been cleared out. Therefore, 2003 UB 313 is a dwarf planet. [Published reference: M. Brown et al. (2006). Astrophysical Journal643, L61-L63. Dr. Brown Michael Brown is at the California Institute of Technology.]


Will the new dwarf planet 2003 UB313 receive a name? When?

A: Yes. The International Astronomical Union has the official authority to assign names to objects in space. This object has been popularly called "Xena", but this is not an official name. A decision and announcement of the new name are likely to be made within a few months.




What is an object called that is too small to be a planet or dwarf planet?

A: All objects that orbit the Sun, which are too small (not massive enough) for their own gravity to pull them into a nearly spherical shape are now defined as being "small solar system bodies." This class currently includes most of the solar system asteroids, near-Earth objects (NEOs), Mars and Jupiter Trojan asteroids, most Centaurs, most Trans-Neptunian objects (TNOs), and comets.


What is a "small solar system body"?
A : The term "small solar system body" is a new IAU definition to encompass all objects orbiting the Sun that are too small (not sufficiently massive) to satisfy the definition of planet or dwarf planet.


Is the term "minor planet" still to be used?
A: The term "minor planet" may still be used. But generally the term "small solar system body" will be preferred.


For any newly discovered object, how will a decision be reached on whether or not to officially call it a planet, dwarf planet, or other?
A: The decision on how to classify newly discovered objects will be made by a review committee within the IAU. The review process will be an evaluation, based on the best available data, of whether or not the physical properties of the object satisfy the definitions. It is likely that for many objects, a period of time of several years may be required in order for sufficient data to be gathered.


Are there additional "planet" candidates currently being considered?
A: No. None appear likely in our Solar System. But there are planet discoveries galore around other stars.


Are there additional "dwarf planet" candidates currently being considered?
A: Yes. Some of the largest asteroids may be candidates for "dwarf planet" status and some additional "dwarf planet" candidates beyond Neptune will soon be considered. The total number of dwarf planets to be found in the coming months and years could reach to over 100.


When will additional new dwarf planets likely be announced?

A: Probably within a few months.

How many more new dwarf planets are there likely to be?
A: There may be dozens or perhaps more than 100 waiting to be discovered.




CDA-CDCC USP/SC 14/05/2007